MEC-Ead

No dia 21 de junho, o MEC alterou uma série de regulamentações para o EaD, e acendeu o debate: até que ponto pode se falar em democratização no acesso ao ensino ou em exagero na flexibilização do EAD?

Entre suas modificações, a portaria publicada pelo MEC possibilita que instituições de ensino superior passem a oferecer cursos EAD mesmo sem possuir credenciamento para cursos presenciais. O mesmo será para a abertura de pólos.

Já as instituições públicas de ensino estarão automaticamente credenciadas para a oferta de cursos a distância. A exigência do MEC, nesse caso, é que elas passem por um processo de recredenciamento em até cinco anos após a oferta.

Estas alterações provocaram discussões como: Como será a fiscalização dos pólos? Como fica a qualidade e autonomia das instituições? entre outras. gora basta esperar para ver o vai acontecer. O que você acha sobre o assunto?

Fonte: Educação.uol

Não há comentários até o momento